2012/03/30

Hits da Europa - Março/2012


Como prometido há um mês, trago hoje a edição de março do Hits da Europa, sem muito atraso, para a nossa alegria. (Obs.: eu ainda não tinha feito essa piada, ou seja, é minha primeira vez, então me deixem).


Ouça aqui:


Bom, então vamos a lista das 40 mais tocadas de março, aqui vou falar das selecionadas para o programa Europarada. Que já começa com a artista mais popular do momento, Adele com a música Rumour Has It na 40ª posição. Bom, todos sabem que a cantora britânica tem aquele vozerão incomparável, e em Rumour Has It não é diferente, mas, para mim a música merece mesmo essa colocação, na parte de baixo da lista, não agradou como os seus outros sucessos.

A próxima é a 37ª posição, Read All About It, single do rapper britânico Professor Green com a cantora escocesa Emeli Sande. Como no mês passado, o programa vem com uma onda de "músicas mais ou menos", a 37ª colocada é um sonzinho nada empolgante, de um cara que imita (tenta) a voz do Eminem, e a moça tenta ser a Rihanna de Love The Way You Lie, bem, eles tentaram. E a falsa Rihanna tá de volta, agora na 34ª posição, juntamente com Naughty Boy, Emeli Sande vem com o seu single Daddy, bem, digamos que a musiquinha dela já é mais "ouvível".

Na sequência tem o duo de rap inglês Rizzle Kicks com Mama Do The Hump na 31ª posição. Jordan e Harley lançaram seu primeiro CD no ano passado e trazem uma musiquinha bem animada, por vezes lembrando bastante Kig of Bongo, mais agitada, é claro. Na 28ª posição mais uma das cinco participações da Adele na lista de março, agora com o single Turning Tables. Uma música estilão Adele, piano e voz com uns violinos gritando de vez em quando, essa tá aprovada. Bem, acho que o negócio tá ficando bom, quem chega agora é Taio Cruz com o hit Troublemaker na 26ª posição, depois de um som calminho da Adele, Taio Cruz põe todos pra dançar com o som que tá agitando as pistas mundo afora, ele tem a manha. E antes do intervalo, na 25ª posição tem os americanos Lloyd, Andre 3000 e Lil Wayne com o som Dedication To My Ex, um som que tem do início ao fim a mesma levada, nada demais, bem fraquinho por sinal.

Depois da perfeita parceria de David Guetta com Sia, agora a loirinha australiana canta com outro gigante do pop, Flo Rida e ela interpretam Wild Ones, na 22ª posição. Bom, quase tudo que o Flo Rida toca vira hit, e a Sia tá entrando pro círculo dos tops, ou seja, boa música. E agora, pra pôr um rock nessa lista, temos na primeira Dica de Sucesso a banda holandesa Go Back To The Zoo com o single What If. Ainda nas Dicas de Sucesso tem a sonzeira agitada do projeto Radio Killer, o single Don’t Let The Music End.

Continuando a lista, agora é a vez da lindinha da Jessie J, na 16ª posição com o hit Domino, muito boa música, evidenciando seu estilo Katy Perry de cantar, não que isso seja ruim, pelo contrário. Bem, agora o programa dá aquela puladinha básica lá pra ponta de cima (deixando muita música boa pra trás), na posição tem o hit Titanium, de novo ela, Sia, dando seus berros empolgantes junto com David Guetta, o cara que faz milagres, inclusive fez bombar a música Paradise, que convenhamos... tá, já xinguei muito o Coldplay aqui no blog, chega!


E agora, quem será que tem um vozerão e sabe como ninguém emocionar quando toca um piano? Sim, Adele tá de volta, agora com Someone Like You na posição. Essa de tão boa que é fica indo e voltando na lista, já teve seus momentos de campeã e os momentos de retardatária, mas sempre entre as primeiras posições. E em primeiríssimo lugar, novamente Rihanna com a grande ajuda do DJ Calvin Harris emplaca o terceiro mês seguido no topo do Hits da Europa com o sucesso We Found Love. Ou seja, nós encontramos amor!

Agora é esperar pela lista de abril e torcer pra Rihanna não estar de novo no topo, a música é boa, mas um semestre no primeiro lugar é demais. Bom, nos vemos mês que vem!






2012/03/26

Cen&xemplo - Hora de Voltar





"Hora de Voltar" é um drama/romance de 2003 protagonizado por Natalie Portman e Zach Braff, e o peculiar deste filme é que o protagonista também o escreveu, e Braff ainda foi o diretor do filme. O filme conta a história de Andrew, um jovem que sai de sua terra natal em busca de fama em Hollywood, mas acaba que nem tudo sai como ele esperava, e com a notícia que sua mãe havia morrido ele decide retornar à sua cidade por uns dias, muito transtornado por causa de sua carreira frustrada. Chegando lá Andrew revê seus velhos amigos e também conhece Sam, uma bela garota por quem ele se apaixona e junto com ela tenta reestruturar sua vida.








2012/03/23

Prometheus: o filme que está prometendo



Esse é pra quem gosta de ficção científica e muitos, mas eu disse muitos, efeitos especiais. Prometheus é um filme que tem data de estreia para junho de 2012. Com direção de Ridley Scott, um dos maiores diretores de Hollywood, o filme, literalmente, "promethe" muito para seu lançamento, pelo menos a expectativa do público é grande.

Ridley Scott, além de dirigir clássicos como Hannibal, Gladiador, Cruzada, Blade Runner, também foi o diretor de Alien (1979), um filme que foi um marco para o cinema de alienígenas. Houve uma expectativa para que Prometheus fosse uma sequência do Alien, mas no ano passado Scott já anunciou que isso não aconteceria, diz o diretor: "no momento do processo criativo decidi criar uma nova mitologia".

Fazem parte do elenco de Prometheus: Michael Fassbender, Charlize Theron, Noomi Rapace, Patrick Wilson, entre outros. "A trama envolve o mistério da origem da humanidade na Terra, uma equipe de cientistas e exploradores faz uma jornada aos confins do universo que testará seus limites físicos e mentais. Lá, eles deverão encarar uma batalha em nome do futuro da raça humana." (Omelete)


Assistindo ao trailler já é possível notar que o filme vem carregado de efeitos especiais de última geração. Quando se fala em ficção científica já se pensa naqueles clichês como naves, seres extraterrenos, batalhas estelares... mas em relação ao Prometheus estou imaginado um ótimo filme, onde esses eventos apenas abrilhantarão a trama e os efeitos farão dele um dos melhores filmes do gênero nos últimos tempos, pelo menos assim espero.

Bom, agora o que resta é esperar por junho e ver o que Ridley Scott nos reserva pra essa nova super produção de Hollywoody. Assista o trailler legendado:




Atualizado em 2012/05/02

No fim de abril foi divulgado o terceiro trailler do filme. Pelo que parece é mais explicativo que os primeiros, mas ainda não foi legendado. Lembrando que a data de estreia está confirmada para dia 15 de junho:




Fontes: Omelete e Prometheus.







2012/03/22

Eduardo e Mônica - versão para jornalistas




Acompanhe a história. Decepcione-se, ou sonhe!


"Quem um dia irá dizer
Que existe razão
Quando se escolhe essa profissão?
E quem irá dizer
Que não existe razão?

Eduardo abriu o livro, mas não quis nem estudar
As teorias que os mestres deram
Enquanto a Mônica tomava um esporro do editor
No fechamento, como eles disseram.

Eduardo e Mônica um dia se trombaram sem querer
A fumaça tava forte, foi difícil de se ver
Um carinha da facul do Eduardo que disse
“Tem uma festa legal, e a gente quer se divertir”
Gente estranha, festa de jornalista
“Eu não tô legal, já fumei mais que devia”
E a Mônica riu e quis saber um pouco mais
Sobre o mundinho que ele prometeu mudar
E o Eduardo, com larica, só pensava em ir pra casa
“A geladeira eu quero atacar”.

Eduardo e Mônica trocaram seus e-mails
Depois se escreveram e decidiram tuitar
O Eduardo sugeriu um call no Skype
Mas a Mônica queria ir pro Messenger teclar
Se encontraram ainda lá no tal de Orkut
A Mônica sem foto e o Eduardo sem cabelo
O Eduardo achou estranho e melhor não comentar
Mas a menina escrevia com um zelo.

Eduardo e Mônica eram nada parecidos
Ele tinha ilusão, ela sabia economês
Ela falava de finanças, cedebês e inflação
E ele ainda maltratava o português
Ela gostava do Basile, do Furtado
Do Marx, do Stiglitz, do Yunus e Cournot
E o Eduardo era um puta Zé Ruela
E vivia dia e noite vendo site pornô.

Ela falava coisas sobre a função social
Também de lead e do pescoção
E o Eduardo ainda tava no esquema
Adorno, cerveja, truco e Enecom.

E mesmo com tudo diferente
Veio mesmo de repente
Uma vontade de se ver
Os dois sonhavam transar todo dia
Só que dela a rotina era bem de foder (er-er).

Eduardo e Mônica estudaram locução, assessoria
Web, fotografia, pro CV melhorar
A Mônica explicava pro Eduardo
Coisas sobre fontes, off e formas de apurar.

Ele aprendeu a escrever, pegou o gosto por ler
E decidiu estagiar (não!)
E ela até chorou na primeira vez
Que ouviu a voz dele ir pro ar
E os dois já trabalharam juntos
E cobriram pautas juntos, muitas vezes depois
E todo mundo diz que a vida foi malucamente bela
Por ter juntado os dois.

Construíram os seus blogs uns seis meses atrás
Logo após que os passaralhos vieram
Batalharam frilas, mendigaram geral
Por muito pouco o fiofó não deram.

Eduardo e Mônica viraram assessores
Levantaram uma grana, já fizeram prestação...
Só que a vida dura não vai acabar
Porque na agência tem perrengue e a mesma ralação.

E quem um dia irá dizer
Que existe razão
Quando se escolhe essa profissão?
E quem irá dizer
Que não existe razão?"


PS.: No caso da imagem, os gêmeos realmente vieram.


Fonte: Desilusões Perdidas
Autoria: Duda Rangel (@duda_rangel)



2012/03/21

Dia Internacional da Síndrome de Down



Como os veículos de comunicação têm divulgado recentemente, hoje, 21 de março, é o Dia Internacional da Síndrome de Down. Pra quem não sabe, a SD, como é chamada, não é uma doença, e sim uma alteração genética que ocorre na formação do feto, ao invés de 46 cromossomos, o bebê nasce com 47, 1 a mais no par 21, justamente o dia escolhido para representar internacionalmente a síndrome.

A minha ligação com a SD vem desde 2004, quando meu primo e afilhado, Pedro Henrique, nasceu sindrômico. O que era um desconhecimento para a família passou a ser uma normalidade e um aprendizado. Particularmente, o Pedro foi a primeira pessoa portadora de Down com quem tive contato próximo, e lhes digo, é muito gratificante quando vejo ele aprendendo algo que eu mesmo ensinei. Apenas lamento não conviver mais com ele em função da distância, já que ele mora em Gravataí, região metropolitana de Porto Alegre. E em 2010 nossa família ganhou mais um integrante sindrômico, é a Maria Eduarda, minha prima de segundo grau, e não de sangue. Infelizmente ainda não tive a oportunidade de conhecê-la pessoalmente.


Veja aqui o Pedrinho fazendo uma das coisas que mais gosta, dançando, e em vários rítmos!

Meu objetivo com este é divulgar os meios onde a população em geral pode se informar sobre a Síndrome de Down. Em Campinas fica localizada a Fundação Síndrome de Down, que é uma instituição que nasceu a partir da necessidade que alguns pais tinham de educar de maneira apropriada seus filhos.

Conheça mais a fundação:


Muitas cidades no Brasil possuem escolas adequadas para as crianças sindrômicas, os pais só precisam entrar em contato com as Secretarias de Educação e Saúde dos municípios. A escolha por uma educação especial, ou não, divide muitas opiniões. Até determinado momento a criança deve se ambientar com outras sindrômicas, mas quando chega a uma idade adequada, também é aconselhavel a integração com crianças não-portadoras de SD. Mas o recomendado, mesmo, é procurar orientação de um psicólogo, ou um especialista em Down.

O deputado federal Romário, que possui uma filha com SD, disse recentemente, em discurso no congresso, a seguinte frase: “Os pais que têm um dom de ter um filho com síndrome de Down podem se considerar pais especiais (...), porque no mundo deles só tem amor e carinho”. Atenção, não errei ao recopilar a frase, mas sim adaptei a frase de Romário ao meu pensamento, os que rodeiam um portador de Down devem se orgulhar por ter consigo uma pessoa pura que, com certeza, te amará do jeito que você amá-la.











2012/03/20

Arte na Capa - Corre Corre - Jigaboo



O Arte na Capa de hoje é especial, já que desde sua criação a série de posts sobre capas de discos tem sido estritamente sobre LP's, hoje estou inovando. O primeiro CD a ser pauta do Arte na Capa é o promocional de 1999, Corre Corre, da banda de rap Jigaboo.

Eu já havia citado esse CD por aqui, mas fiquei devendo a capa do álbum. Eu tive acesso ao CD pela distribuição gratuíta da cópia promocional pela gravadora Virgin, que é uma divisão da EMI Music. O CD foi enviado à Rádio Universidade, que, por sua vez, não tem em sua programação um espaço para o estilo da banda.

Já na primeira vez que ouvi Corre Corre me identifiquei com as frases de revolta da banda em relação à abordagem policial em favelas no Brasil. Claro que nunca participei de uma situação parecida, mas é possível imaginar como alguns policiais reagem quando enxergam cidadãos negros com aparência suspeita na rua, já partem pra violência verbal, e o que acontece depois, só quem sofre o preconceito sabe.

Bom, mas vamos falar um pouco da banda. Jigaboo é uma banda paulista de rap que fez muito sucesso na década de 90, principalmente em São Paulo, em função da divulgação do maior programa de rádio de rap do Brasil, o Espaço Rap, da 105 FM.

O CD promocional contém oito versões diferentes da música Corre Corre, sendo que minha preferida é a faixa 3, a original. Gosto bastante da música porque é a única letra com mais de dois estrofes que eu já decorei perfeitamente, detalhe, em toda minha vida. A autoria dela é de P.mc, Dj Deco Murphy e Suave, sendo que o refrão é parte da música Polícia (1986), de Toni Bellotto.

Assim como toda criança partindo pra sua adolescência, eu enxergava um desenho criativo e tentava copiar. Pois é, a capa de Corre Corre fez parte de muitos momentos do meu ócio por volta de 2002, quando ganhei o CD. Não era por menos, a capa é um desenho do ilustrador Tom Bola 8, e exige uma técnica muito particular pra ser copiado. Obviamente minha versão da capa não ficou suficientemente boa, se quer devo ter finalizado.

Bom, agora fique com a ficha técnica do CD e depois o clipe original de Corre Corre. E ainda o download do CD completo. Até a próxima!

Ficha técnica:
Título do CD: Corre Corre
Banda: Jigaboo
Produção: DJ Deco Murphy
Direção artística: Rick Bonadio
Ilustração: Tom Bola 8
Design: Anselmo Gomes
Gravadora: Virgin Records (EMI Music)
Ano de produção: 1999
Número de faixas: 8



Download do CD.






2012/03/19

Cen&xemplo - Encontros Macabros




“Encontros Macabros” é um terror canadense de 2011, escrito e dirigido por Colin Minihan e Stuart Ortiz, ou The Vicious Brothers. Fazem parte do elenco: Sean Rogerson, Juan Riedinger e Sasha Parker.

O filme remonta o estilo de suspense de “Bruxa de Blair”, “Atividade Paranormal” e “R.E.C.”, onde as cenas são supostamente reais, uma ou várias câmeras acompanhando os personagens e gravando tudo o que se passa, inclusive as manifestações paranormais que os amedrontam.

Claro que “Encontros Macabros” não deve ser comparado, em expressão, a esses outros filmes. Mas, com certeza, não fica pra trás no quesito “assustar”. Apesar de receber muitas críticas dizendo que é fraco e sem originalidade, eu gostei muito do filme. A final, quem assiste a um filme de terror não procura nada mais que susto.

Se formos analisar a originalidade, vamos deixar de ver muitos filmes bons que têm por aí, principalmente no gênero do terror, onde é impossível deixar de usar alguma cena clichê já feita em outras produções, como “a janela que abre sozinha”, entre outras.


Bom, mas vamos falar do filme. Grave Encounters é um reality show que mostra lugares com supostas assombrações à noite. Seu idealizador, Lance Preston (Sean Rogerson) é um cético, que apresenta o programa sabendo que nada de paranormal acontece nas locações onde grava.

Até que ele descobre o Hospital Psiquiátrico Collingwood, um lugar abandonado onde, há muitos anos, um neurologista fazia tratamento de lobotomia em pacientes transtornados. Como em outros programas, Lance reúne sua equipe e monta seu set de filmagens no antigo sanatório.

O programa passava a noite nos locais, gravando tudo com câmeras fixas e cada integrante da equipe também portava uma câmera com visão noturna. A proposta era ficar trancado a noite inteira, sem ter como sair, apenas esperando às 6h para que o zelador os liberassem de lá.

Câmeras instaladas, tudo pronto para a gravação do programa. Então Lance começa sua ronda pelo prédio para fazer as tomadas dos corredores. E a partir daí os que antes faziam de tudo para inventar o suspense das cenas, agora se vêem diante de algo realmente paranormal.








2012/03/15

Chefão... poderoso há 40 anos!


Hoje uma das maiores, talvez a maior saga do cinema completa 40 anos de existência. "O Poderoso Chefão" é, até hoje, cultuado pelos que o viram, e respeitado pelos que sabem de sua importância para o cinema moderno.



Lá em 1972, Francis Ford Copolla, um diretor ainda inexperiente, trouxe para o hall do cinema a obra literária de Mario Puzo, a histórica vinda das famílias mafiosas da Itália para a América, criando aqui a continuação dos clãs que lá já imperavam. E foi assim, com a fraca técnica que o cinema dispunha na época, que Copolla dirigiu The Godfather, um dos maiores filmes que já vi.

Don Vito Corleone é considerado um dos maiores vilões da história de Hollywood. Marlon Brando interpreta o protagonista da primeira parte, deixando seu lugar para Al Pacino, interpretando Michael Corleone, seu filho, na segunda parte, dando sequência ao trabalho mafioso da família Corleone.


Trailler da primeira parte (1972):




Pra mim, o maior legado que o filme deixou para a arte... o tema de Godfather perfeitamente dedilhado por Slash:








2012/03/14

Arte na Capa - You Can Dance - Madonna


Faz um bom tempo que o Arte na Capa não aparece por aqui, bom, tem justificativa. Há duas semanas eu me desliguei do Projeto de Organização do Acervo de LP's da Radio Universidade, então, estou mais distante da discoteca.

Mas não vou parar de postar, assim que possível, o Arte na Capa. Hoje vamos de Madonna, que nos últimos dias vem sendo bastante citada nos sites de notícia, e em maio começa a turnê mundial do novo álbum, o MDNA. O disco é You Can Dance de 1988, e foi seu primeiro álbum de coletânea, que reuniu remixes dos sucessos dos três primeiros álbuns da Rainha do Pop.


Esse disco além de ser a primeira coletânea da Madonna, também foi um dos primeiros álbuns de remixes que se revelou sucesso comercial, claro, não chegou a ser topo de vendas em nenhum país, mas foram vendidas 5 milhões de cópias no mundo, e 2 milhões nos Estados Unidos, sendo o segundo disco de remixes do pop mais vendido da história, perdendo apenas para Blood on the Dance Floor (1997) de Michael Jackson.

O disco tem sete faixas, sendo seis sucessos remixados de seus três primeiros álbuns e também uma música inédita, que ficara fora do disco True Blue de 1986, a faixa Spotlight. E a foto usada na capa do disco foi tirada numa sessão de fotos que Madonna fez para o single La Isla Bonita (True Blue - 1986).

Ficha Técnica:
Título: You Can Dance
Artista: Madonna
Gravadora: SIRE Records
Ano de Lançamento: 1988
Número de Faixas: 7 (4-3)








2012/03/12

Cen&xemplo - Batalha por T.E.R.A.




“Batalha por T.E.R.A.” é uma animação de ficção científica de 2009 escrita e dirigida por Aristomenis Tsirbas. A dublagem dos personagens é feita por Evan Rachel Wood, Brian Cox, Chris Evans, Danny Glover e muito mais.

Tudo estava tranqüilo no planeta T.E.R.A. até que algo estranho paira sobre a atmosfera terana. O que para os anciões, que governam o planeta, achavam ser a vinda dos deuses esperados pelo povo terano, era realmente uma estação espacial dos sobreviventes do planeta Terra.

Depois de milhares de anos de utilização dos recursos naturais da Terra pelos humanos, tudo se esgotou, o que os levou a procurar por um novo lugar para morar. As primeiras colônias foram Marte e Vênus. Tudo corria bem até que os colonizados resolveram se libertar, travando assim uma guerra interplanetária que viria destruir os três planetas.

Os poucos humanos sobreviventes iniciaram uma viagem pelo universo na busca de outro planeta para invadir, e depois de várias gerações eles encontram um planeta que há muitos anos escondia um segredo para seu próprio povo. Os terráqueos pensaram que seria fácil dominar um povo pacífico e sem armas, mas não contavam com uma base militar subterrânea, escondida há gerações pelos anciões, que resolveram esconder o passado de guerras, para manter a ordem pacífica do seu povo.

Os terráqueos chegaram hostis, seqüestrando teranos, inclusive o pai de Maia, uma jovem inventora terana, que acaba encontrando o humano James Stenton, que tem sua nave avariada e precisa de oxigênio para sobreviver em solo terano, e o seu robô Guido lhe ajuda nisso. Os dois se tornam amigos, até que o General Hemmer, contrariando o conselho dos humanos, decide invadir T.E.R.A. e transformar sua atmosfera habitável para os humanos, o que extinguiria a vida terana.








2012/03/09

Trote Facos 2012... só na espera por 2013


Finalmente. Devidamente recepcionado em um curso!

Ontem (08/03) o dia foi dedicado ao, já consagrado, Trote da Facos. Muita festa, sujeira e cantoria de bixos e veteranos.

Bixos e veteranos de Jornalismo

Fotos: Bianca Jaíne Souza

Pra exemplificar o poder do Trote da Facos, trago esse vídeo do momento em que a galera das quatro habilitações, Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda e Produção Editorial, chegaram no centro de Santa Maria pra tomar as ruas e mostrar pra todos que... "Ih, foi mal, a minha é Federal!"


E que venha 2013, ano em que a Facos terá o melhor trote de sua história. Então, até ano que vem!








2012/03/05

Cen&xemplo - Amizade Colorida





"Amizade Colorida" é uma comédia romântica de 2011 dirigida por Will Gluck e protagonizado por Justin Timberlake e Mila Kunis.

Com certeza alguém já ouviu essa máxima: "Amizades coloridas nunca acabam bem". Pois é, mas tudo depende do ponto de vista...

Jamie (Mila Kunis) é uma agenciadora de executivos de Nova Iorque e tem problemas com relações amorosas, principalmente pelo fato de acreditar no amor verdadeiro, e achar que existe um príncipe encantado a sua espera.

Dylan (Justin Timberlake) é um diretor de um site de notícias de Los Angeles e também está a procura de seu par ideal. Até que Jamie é contratada para recrutá-lo para ser diretor da revista GQ de Nova Iorque, e a partir dai uma grande amizade se inicia.

Ainda meio abalados emocionalmente, pois a recém tinham sido largados pelos namorados, Dylan e Jamie acabam se aproximando e fazem um acordo no qual os dois seriam amigos coloridos, sexo sem emoção. Mas, como já era de se esperar, nenhuma amizade colorida resistiria à paixão que unia os dois.