2011/12/16

BeatChoro: Rap e Chorinho


Esses dias eu tava escutando umas músicas de alguns blocos que editei para o programa Expresso 292 (Rádio Universidade) – com produção e apresentação de Milton Oliveira, meu pai – quando conheci um projeto com um som muito legal, o BeatChoro.


“Leve a vida que você quiser,
Faça tudo aquilo que você pensar
Pode até cair na orgia...
Madrugada afora amar a boemia”
 Ouça Favela Beat:


Foram estes versos que logo me convidaram à ouvir a música Favela Beat repetidas vezes noite adentro, até me apaixonar por sua sonoridade. E logo comecei a procurar mais informações sobre o projeto, e abaixo segue um breve histórico do BeatChoro:

O BeatChoro é idealizado pelo DJ Marcelinho, conhecido por ter feito parte da banda de rap brasiliense dos anos 90, Câmbio Negro. Tudo começou quando ele decidiu pesquisar gêneros musicais genuinamente brasileiros, e escolheu o chorinho para mesclar com sua vertente do rap.

A primeira aparição desta mistura foi em 2002, quando Marcelinho reuniu outros artistas e produziu o Riscando Um, projeto que contribuiu como um ensaio para o BeatChoro, com as faixas História de Um Malandro e Não Entendo.

Finalmente, em 2006, ao lado de Braiam e Samba Sam, DJ Marcelinho produz o CD BeatChoro, que categoriza um projeto genuíno com influências da música popular brasileira mesclada com as batidas do rap. O CD, da gravadora Trama, contém 12 faixas de autoria dos próprios músicos e tem participações de artistas como Thayde, a banda Falamansa e Cláudio Zoli.

Clipe de Meu Beatchoro:




MySpace:
Fonte: Trama





Um comentário: