2011/07/26

Oberá en Cortos - Competição Latinoamericana 1


     Hoje vou falar da primeira sessão de exibição dos curtas que competiram no certame latinoamericano, grandes produções passaram pelo Festival Oberá en Cortos, com destaque às duas brasileiras, hoje vou falar de uma delas, de São Paulo.


El Imperio de los Colores (O Império das Cores)



    O curta argentino de 23 minutos tem direção de Marcos Altamirano y Hugo Daniel Curletto. O documentário de Río Cuarto fala sobre a dificuldade encontrada pelos imigrantes bolivianos que tentam obter uma cidadania argentina. E para exemplificar ele usa a história de vida do garoto Fidel, de 13 anos, que veio pequeno da Bolívia.


Bello Amore, la Palestina

    O curta argentimo é uma ficção/documentário dirigido por Lucrecia Rasetto, que mostra o cotidiano da pequena cidade de La Palestina, na província de Cordoba, colonizada pela imigração italiana. A história se dá em torno da vida de um trabalhador rural notabilizado pela sua timidez, mas que todo dia leva um jarro de leite até a porta de sua vizinha, que é sua paixão desde jovem. Até que acontece uma festividade na localidade e ele a convida para ir ao baile com ele.


EletroTorpe



    O curta, produzido em São Paulo, tem duração de 15 minutos e direção de Yuri Amaral e Nalu Béco. Particularmente, a melhor trilha sonora de todos os curtas exibidos no festival, claro, devo puxar a brasa pro lado da música eletrônica, sim, pois a história se passa por vezes, em um hospital, na estrada, e em uma reve, por isso a boa trilha.

    Sinopse: Numa noite, universos aparentemente desconexos se cruzam. Uma estrada e uma rave são início e fim de uma inusitada jornada das vidas de quatro personagens que são obrigados a confrontarem seus valores em uma viagem entorpecente, ao som de música eletrônica. (Fonte: Facebook do Eletrotorpe)









Nenhum comentário:

Postar um comentário