2011/04/07

Ciclovia na Roraima JÁ


 
Assim como muitos estudantes e funcionários da UFSM, eu vou pra aula e para o trabalho de bicicleta, nem tanto pela preocupação ecológica que existe, mas mais pela agilidade e pelo custo de transporte, que inexiste com o uso da bicicleta. Falo por mim. Mas, nos últimos anos, principalmente do início do segundo semestre de 2010 para cá, o trânsito nas vias que dão acesso ao Campus de Camobi está supercongestionado, sendo um transtorno entrar à UFSM utilizando a bicicleta, principalmente nos horários de maior fluxo, como o meio-dia e por volta das 18 horas.

Por isso peço que o projeto aprovado na Prefeitura de Santa Maria seja posto em prática o mais rápido possível, seria a construção de uma ciclovia ao longo da Avenida Roraima. O projeto assinado no fim de março/2011 ainda prevê canalização do esgoto, iluminação do canteiro central e área de passeio para pedestres.

Mesmo sabendo que tais obras viárias no local implicariam certos transtornos provisórios ao fluxo de veículos nos horários de pico, mas se não for feito nada agora, nunca será possível o retorno daqueles tempos que não havia nenhum tipo de stress ao pegar sua bicicleta a ir para aula, sim, porque hoje eu tive a primeira situação de stress na minha vida, enquanto dirigia/pilotava/conduzia uma bicicleta, devido à quantidade de veículos que utilizam a via, e também a RST-287 (Faixa Nova), atravessar o trevo da Faixa Nova está se tornando impossível no horário do meio-dia, apenas com um ato de falso-heroísmo é possível atravessar, correndo o mais rápido possível à frente dos carros que passam nos dois sentidos da faixa.

É óbvio que a construção de tal ciclovia não amenizará o caos no trânsito de veículos, que já é um problema conhecido e sofrido por todos usuários da Faixa Nova, mas ajudará aos ciclistas que, como eu, dependem disso para chegar à aula na hora certa.

Este é o ponto inicial da ciclovia, que terminará em frente à guarita de entrada da UFSM.



4 comentários:

  1. Nossa.. qdo eu tinha q sair da UFSM eu já chorava com o transito...agora vejo que te bem pior...

    ResponderExcluir
  2. Muuuuuito pior, tu nem imagina, onibus do centro até o campus não demora menos que 45 minutos, absurdo!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Joelison, apóio completamente a causa. Também sou um ciclista amador e faço da magrela meu meio de transporte para o trabalho. Adoro pedalar, mas, confesso que, às vezes, penso duas vezes antes de me aventurar entre os carros. As pessoas acham que as ruas são feitas apenas para veículos motorizados. Como não há consciência, só podemos apelar para a Lei.

    ResponderExcluir
  4. É isso ai Luciano, mas tu sabe que 3 dias depoi desse meu post foi "iniciada" a obra que eu citei, iniciada entre aspas, pois até hoje não vi nenhum operário nem máquinas, mas é assim mesmo, já somos acostumados com a demora no Brasil.

    ResponderExcluir